Puchero gaúcho! Uma receita tradicional da culinária gaúcha!

Grupo Vip de Receitas no WhatsApp

A princípio, este prato é típico da culinária do estado do Rio grande do Sul. Porém, da mesma forma, os gaúchos compartilham da receita com os países vizinhos (Argentina e Uruguai). O puchero gaúcho tem maior consumo durante o inverno, por ser um prato quente composto por um cozido de carne com osso, legumes e verduras. Alguns ingredientes podem mudar, conforme a região em que é executado, no entanto, precisa ser cozido muito lentamente.

Ingredientes do Puchero gaúcho

A princípio, separe 01 quilograma de costela bovina do peito com osso, 04 peças de aipim (mandioca) em pedaços, 04 folhas de couve, 04 folhas de repolho branco, 01 batata branca média, 01 cebola picada, 01 alho-poró picado, 01 talo de salsão picado, 01 batata-doce, 01 cenoura média, 01 espiga de milho, 04 dentes de alho, 04 colheres de sopa de azeite de oliva, sal a gosto, pimenta-preta a gosto, 10 vagens e 03 fatias de abóbora cabotiá.

Preparo do Puchero

Primeiramente, aqueça o azeite em uma panela. Então, comece o preparo inicial de todos os ingredientes do puchero gaúcho.

Desse modo, corte a carne em cubos médios, corte a cebola, o salsão, o alho-poró e o alho em tiras muito finas. Depois, corte também, o repolho e a couve em fatias largas. Por sua vez, o milho deve ser cortado em 04 partes. A seguir, os outros vegetais precisam de corte, na forma de cubos médios.

A seguir, comece a dourar bem os cubos de carne, na panela com o azeite. Não esqueça de temperar com sal e pimenta a gosto. Depois, com a carne dourada, adicione a cebola, salsão, alho-poró e alho. Refogue bem até que tudo esteja corado.

 

Montagem e finalização do puchero gaúcho

De agora em diante, pode adicionar o aipim e cobrir tudo com água. Dessa forma, precisa cozinhar tudo, até que a carne e o aipim fiquem bem macios. O aipim é um legume que demora para cozinhar, portanto, é o primeiro a entrar na panela.

Quando se faz um puchero gaúcho, a carne precisa ficar muito macia. Por isso, quando ela está praticamente, se soltando do osso, significa que o caldo do puchero está no ponto. Assim, toda a suculência faz sentido no prato final.

Por fim, quando estiver nesse ponto, é o momento de acrescentar os outros vegetais. Porém, o repolho e a couve, para entrar por último. Desse modo, cozinhe tudo por mais uns 10 minutos. Confira o ponto de maciez dos legumes e acerte o sal e a pimenta.

Então, quando os vegetais estiverem bem macios e o caldo bem grosso e encorpado, pode adicionar a couve e o repolho.  Esses últimos vegetais irão cozinhar pouco, ou seja, no bafo. Dessa forma, junte as folhas e desligue o fogo, misturando todos os legumes.

Para dar um toque de classe, espalhe ervas frescas.

O puchero gaúcho não é uma sopa. Sobretudo, pode ser degustado com um prato único, pela suculência e pela riqueza nutricional.

Últimas receitas

São novas oportunidades, novas formas de aprendizado e pessoas para te ajudar nessa caminhada. E assim aprendemos cada dia mais.
Broa de Fubá simples e deliciosa Salada mousse de frutas veja Sorvete Trufado de leite Ninho veja Bolo de laranja Faz em 3 minutos Receita de Bolo de Churros venha ver!