Maia quer reduzir salário de políticos para ajudar economia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estimou nesta segunda-feira (23) que o confronto à pandemia de coronavírus pode atingir R$ 400 bilhões e defendeu a ajuda de cada poder público para bancar as despesas, o que poderá incorporar diminuição de salários de integrantes do Legislativo, Judiciário e Executivo. Conforme ele, o governo precisará aplicar todos os recursos disponíveis para atacar a doença e restabelecer a economia.

“Tem que começar a gastar e se necessitar abaixaro salario dos políticos, judiciário, de quem necessitar tirar, porque sabemos que o gasto para o divergência dessa dificuldade do ponto de vista social, econômico e especialmente da estrutura de saúde pública para garantir as vidas vai acontecer na ordem de uns R$ 300, R$ 400 bilhões”, afirmou em audiência ao canal de televisão CNN Brasil.

Questionado se a Câmara discute encurtar salários de deputados, Maia afirmou que todos precisão conceder sua parte de contribuição em algum instante. “Acho que cada poder público vai ter que contribuir. Transferir isso para o parlamentar é fazer apenas um gesto importante, mas sem impacto fiscal. Os salários no nível federal são o dobro dos seus equivalentes no setor privado, todos com estabilidade pelo mandato ou concurso”, afirmou o presidente da Câmara. “Na hora de organizar as despesas, o que a gente pode controlar, é importante que todos os servidores, os que têm mandato, contribuam. Não tenho dúvidas nenhuma de que com a queda da arrecadação todos vão ter que colaborar.”

Fonte: terra

 

Filmes online grátis

X
Rolar para o topo