Programa Aprendiz Legal é um projeto de cunho social que visa por meio do curso de aprendizagem preparar adolescentes e jovens para o mercado de trabalho para que eles tenham condição de ajudar no orçamento de casa e/ou custear o próprio estudo.

Lei da Aprendizagem determina que empresas de médio e grande porte contratem jovens com idade entre 14 e 24 anos, sendo que o seu objetivo principal é fazer com que eles (aprendizes) aprendam trabalhando.

Este tipo de processo educativo está previsto no estatuto da criança e do adolescente e contribui para colocar milhares de jovens no mercado de trabalho, bem como para contribuir para sua integração social.

Todos os anos milhares de adolescentes e jovens conseguem via o Programa Aprendiz Legal o tão sonhado primeiro emprego, sendo que a abrangência do projeto é nacional e ele faz parte da Fundação Roberto Marinho. Atualmente, são quase 60 mil jovens contratados.

Cursos do Jovem Aprendiz Legal

Para participar do Programa Aprendiz Legal o estudante deve estar matriculado no ensino fundamental ou médio. A maioria das vagas são para a área administrativa.

Os participantes têm direito a salário mínimo, férias, 13º salário, entre outros direitos trabalhistas garantidos por lei.

São inúmeros cursos ofertados pelo programa em diferentes áreas de conhecimento, sendo que eles são oferecidos em áreas onde falta mão de obra qualificada, o que amplia as chances de conseguir uma vaga futuramente mais rápido.

Vejamos:

  • Auxiliar de alimentação,
  • Auxiliar de produção industrial,
  • Conservação,
  • Limpeza e sustentabilidade ambiental,
  • Gestão pública,
  • Ocupações administrativas,
  • Telesserviços, entre outros.

jovem aprendiz legal

Ciee Aprendiz Legal

O primeiro passo para quem busca o primeiro emprego é ir até o Ciee (Centro de Integração Empresa-Escola) mais próximo e se informar melhor sobre a oferta das vagas.

O Centro de Integração é responsável por toda parte burocrática, cadastro, seleção e assinatura do contrato de trabalho.

O projeto Aprendiz Legal envolve ações que visam também contribuir para a formação destes jovens e que, ao mesmo tempo, os auxiliam a atuarem de forma positiva dentro da sociedade e da comunidade onde vivem.

Não podemos esquecer que todos os anos milhares de jovens morrem por causa de droga e violência. Parte disto deve-se que este público não encontra trabalho e nem chances de se qualificar profissionalmente.

O Programa é desenvolvido conjuntamente com a escola, família e poder público, pois cada esfera desta tem a sua responsabilidade na formação dos jovens e, logo, dos futuros cidadãos, sendo que o trabalho é uma das possibilidades de mudança e transformação.

O Brasil só será um país mais igualitário quando nossos jovens se tornarem capazes/qualificados para exercerem uma determinada profissão, lembrando que este processo de profissionalização está estreitamente relacionado ao processo educativo.




Para mais esclarecer dúvidas e para acessar a página do programa, acesse www.aprendizlegal.org.br. Você pode enviar as suas dúvidas. Veja como iniciar um programa de jovem aprendiz na área bancária.

Cadastro Jovem Aprendiz Legal 2018

Para efetuar o cadastro no programa, o você deve entrar em contato com uma das instituições/empresas parceiras do Aprendiz Legal.

Para facilitar a sua vida, separamos a lista dos telefones em cada estado por região.

Região Sudeste

  • MINAS GERAIS – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (31) 3347-3978
  • RIO DE JANEIRO – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (21) 3535-4300
  • SÃO PAULO – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (11) 3046-8222

Região Sul

  • PARANÁ – GERAR – www.gerar.org.br | Telefone de contato: (41) 3039-6599 | 3323-8106
  • RIO GRANDE DO SUL – CIEE-RS – www.ciee-rs.org.br | Telefone de contato: (51) 3363-1000
  • SANTA CATARINA – GERAR – www.gerar.org.br | Telefone de contato: (47) 3473-5811

Região Nordeste




  • ALAGOAS – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (82) 3312-0200
  • BAHIA – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (71) 2108-8900
  • CEARÁ – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (85) 4012-7600
  • MARANHÃO – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (98) 3194-1000
  • PARAÍBA – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (83) 2107-0450
  • PERNAMBUCO – CIEE-PE – www.ciee-pe.org.br | Telefone de contato: (81) 3131-6000
  • PIAUÍ – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (86) 3194-5810
  • RIO GRANDE DO NORTE – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (84) 3089-7700
  • SERGIPE – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (79) 3214-4447

Região Centro-Oeste

  • DISTRITO FEDERAL – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (61) 3701-4800
  • GOIÁS – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (62) 4005-0760
  • MATO GROSSO – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (65) 2121-2450
  • MATO GROSSO DO SUL – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (67) 3318-0400

Região Norte

  • ACRE – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (68) 3224-6290
  • AMAPÁ – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (96) 3225-2352
  • AMAZONAS – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (92) 2101-4260
  • PARÁ – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (91) 3202-1450
  • RONDÔNIA – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (69) 2182-0440
  • RORAIMA – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (95) 3624-2784
  • TOCANTINS – CIEE – www.ciee.org.br | Telefone de contato: (63) 3215-4927

Ligue e se informe melhor sobre como são oferecidas as vagas de jovem aprendiz em seu estado e cidade.

Tenha força de vontade

Com certeza é bastante cansativo trabalhar e estudar. Muitos leitores do blog relatam que dormem no ônibus voltando para casa após o dia intenso de trabalho e que custam ir para a escola no dia seguinte. Mas com certeza este sacrifício valerá a pena futuramente.

Pois quem se esforça e dar o melhor tem boas chances de ser efetivado no fim do contrato de aprendizagem, que normalmente tem duração de dois anos. Muitos aprendizes se destacam tanto que eles são recolocados em outros setores como funcionários efetivos.