Evangelho-do-dia-13-de-Agosto-de-2020

Evangelho do dia 13 de Agosto de 2020

1ª Leitura – Ezequiel 12: 1-12

1  A palavra do Senhor veio a mim:

2  Filho do homem, você mora no meio de uma casa rebelde; têm olhos para ver, mas não vêem, e ouvidos para ouvir, mas não ouvem, porque são uma casa rebelde.

3  Agora, filho do homem, durante o dia, enquanto eles estiverem olhando, prepare sua bagagem como se fosse para o exílio, e novamente enquanto eles estiverem olhando, migre de onde você mora para outro lugar; talvez eles vejam que são uma casa rebelde.

4  Trarás a tua bagagem como um exilado durante o dia, enquanto eles olham; à noite, novamente enquanto eles estão olhando, você deve sair como um dos que são levados ao exílio;

5  enquanto eles olham, cavam um buraco na parede e passam por ele;

6  enquanto eles olham, carregam o fardo e partem na escuridão; cobre o teu rosto para que não vejas a terra, porque te fiz um sinal para a casa de Israel.

7  Fiz o que me foi dito. Durante o dia, tirei minha bagagem como se fosse de um exilado, e à noite cavei um buraco na parede com a mão e, enquanto eles olhavam, saí na escuridão, carregando meu fardo.

8  Então, pela manhã, veio a mim a palavra do Senhor:

  Filho do homem, não te perguntou a casa de Israel, aquela casa rebelde, o que estavas a fazer?

10  Diga-lhes: Assim diz o Senhor DEUS: Este oráculo diz respeito a Jerusalém e a toda a casa de Israel dentro dele.

11  Eu sou um sinal para vocês; como eu fiz, assim se fará a eles; como cativos, irão para o exílio.

12  O príncipe que está entre eles carregará o seu fardo e sairá nas trevas, passando por uma cova que cavou na parede e cobrindo o rosto para não ser visto por ninguém.

Evangelho do dia 12 de Agosto de 2020

Salmo responsorial – Salmos 78: 56-57, 58-59, 61-62

R. (ver 7b) Não te esqueças das obras do Senhor!

56  Eles tentaram e se rebelaram contra Deus, o Altíssimo,
e não guardaram seus decretos.
57  Eles voltaram e foram infiéis como seus pais;
eles recuaram como um arco traiçoeiro.
R. Não se esqueça das obras do Senhor!

58  Eles o irritaram com seus altos
e com seus ídolos aumentaram sua inveja.
59  Deus ouviu e ficou furioso
e rejeitou Israel totalmente.
R. Não se esqueça das obras do Senhor!

60  E ele entregou sua força ao cativeiro,
sua glória nas mãos do inimigo.
61  Ele abandonou seu povo à espada
e ficou furioso com sua herança.
R. Não se esqueça das obras do Senhor!

Aleluia – Salmos 119: 135

R. Aleluia, aleluia.
135  Que o teu rosto brilhe sobre o teu servo
e ensine-me os teus estatutos.
R. Aleluia, aleluia.

Evangelho – Mateus 18: 21-19: 1

21  Pedro se aproximou de Jesus e perguntou-lhe: “Senhor, se meu irmão pecar contra mim, quantas vezes devo perdoá-lo? Até sete vezes? ”

22  Jesus respondeu: “Eu vos digo, não sete vezes, mas setenta e sete vezes.

23  É por isso que o Reino dos céus pode ser comparado a um rei que decidiu acertar contas com seus servos.

24  Quando ele começou a contabilidade, foi apresentado a ele um devedor que lhe devia uma grande quantia.

25  Não tendo como pagar, seu senhor ordenou que o vendessem, junto com sua mulher, seus filhos e todos os seus bens, como pagamento da dívida.

26  Com isso, o servo prostrou-se, prestou-lhe homenagem e disse: ‘Tem paciência comigo, e eu lhe pagarei tudo’.

27  Movido de compaixão, o senhor daquele servo o deixou ir e perdoou o empréstimo.

28  Quando aquele servo saiu, ele encontrou um de seus conservos que lhe devia uma quantia muito menor. Ele o agarrou e começou a sufocá-lo, exigindo: ‘Pague o que você deve’.

29  Caindo de joelhos, o seu conservo implorou-lhe: ‘Tem paciência comigo, e eu te pagarei’.

30  Mas ele recusou. Em vez disso, ele fez com que o conservo fosse preso até que pagasse a dívida.

31  Quando seus conservos viram o que havia acontecido, ficaram profundamente perturbados e foram até seu senhor e relataram tudo.

32  Seu senhor o chamou e disse-lhe: ‘Servo malvado! Eu te perdoei toda a sua dívida porque você me implorou.

33 Não  devias tu ter pena do teu conservo, como eu tive pena de ti? ‘

34  Então, com raiva, seu mestre o entregou aos torturadores até que ele pagasse toda a dívida.

35  Assim fará meu Pai celestial a vocês, a menos que cada um de vocês perdoe seu irmão de coração. ”

1  Quando Jesus terminou estas palavras, ele deixou a Galiléia e foi para o distrito da Judéia, do outro lado do Jordão.

Filmes online grátis

X
Rolar para o topo